quinta-feira, 19 de junho de 2014

Curiosidade - Oito Vegetais que Brotam em Si Mesmos

Normalmente jogamos fora os talos de alguns vegetais e ervas e nem nos damos conta de quão reaproveitáveis eles são.

Recentemente descobri que poderia fazer a cebolinha brotar novamente a partir do talo. Meu marido trouxe essa novidade mas eu não acreditei até que vi, por mim mesma, a cebolinha crescendo novamente dentro dela mesmo. Fantástico!

Minha filha me mandou um post que mostrava outras ervas que "rebrotam" quando colocadas na água ou na terra. Olha só que interessante:

1 - Cebolinha

Coloque o talo com a raiz em um pequeno copo com água e deixe em um lugar onde bate sol. Em alguns dias ela vai crescer novamente - não demora muito.



2 - Alho

Plante um dente de alho na terra e ele vai se transformar em uma cabeça inteira de alho.

Quando os brotos começarem a crescer você pode colocá-los em um copo com um pouco de água. Os brotos têm um sabor mais suave do que o alho e podem ser usados como tempero nas saladas, massas e outros pratos.



3 - Erva Doce

A raiz da erva doce pode ser colocada em um recipiente raso com água, exposta ao sol. Em uma ou duas semanas deve ser replantada em um vaso e a nova erva vai crescer por inteiro.



4 - Cenoura

Coloque a cabeça da cenoura em um recipiente com água, exposta ao sol. Os ramos que nascerão podem ser usados em saladas.



5 - Manjericão

Coloque ramos de manjericão com mais ou menos 7 a 10 cm de comprimento em um copo com água, exposto ao sol. Quando as raízes estiverem com aproximadamente 5 cm plante em vaso com terra.



6 - Aipo

Corte a base do aipo em um recipiente raso com água morna no sol. As folhas ficarão mais grossas e começarão a crescer no meio da base. Transfira para sua horta.



7 - Alface Romana

Coloque a base da alface romana em um recipiente com água, com aproximadamente 1,5 cm de altura. Reponha a água todos os dias para manter a altura certa. Depois de alguns dias as raízes e novas folhas nascerão. Transfira para a horta.



8 - Coentro

Os talos do coentro crescerão quando colocados na água. Depois que as raízes estiverem crescidas, replante em vasinhos e deixe em local ensolarado. Em pouco tempo o ramo ficará cheio de folhas.



9 - Capim Cidreira

Eu tenho em casa um vaso com capim cidreira já bem antigo. As folhas estavam feias e secas, então resolvi cortar todas elas e deixei somente a touceira (talo) com mais ou menos 10 cm de altura. Fiquei com medo de ter matado a planta, mas depois de alguns dias as folhas brotaram dentro da touceira e agora estão tenras, bem verdes e vistosas.















domingo, 4 de maio de 2014

Se a vida te der berinjelas.....

Se a vida te der muitas berinjelas.....







faça um Chutney!


É impressionante a quantidade que um simples pé de berinjela pode produzir. A cada 15 dias o pé que plantamos fica carregado. Nos últimos meses já comemos berinjela de todos os jeitos: assada, cozida, frita, em pasta, patê....Já dei de presentes para amigos, já perdi algumas na geladeira....Já cheguei a sonhar que elas estavam atacando minha casa rsrsrsr!

Mas desta vez resolvi arregaçar as mangas, ou melhor, as berinjelas e fazer um delicioso chutney.

Procurei algumas receitas na internet e fiz algumas adaptações. O resultado foi maravilhoso.

Aqui vai a minha receita:

Ingredientes:

1 kilo de berinjela
3 xícaras de vinagre de vinho branco
250 gramas de açúcar mascavo
1 xícara de cebola picada em quadrados
2 pimentões picados em quadrados
250 gramas de uva passa branca
2 colheres de sopa de sal
Suco de 1 limão grande
10 gramas de gengibre ralado
2 dentes de alho amassados
1 colher de café de pimenta síria.

Modo de Fazer:

  • Descasque as berinjelas e corte em quadrados médios
  • Salpique com o sal e o limão, mexa bem e deixe em uma peneira por 3 horas 
  • Lave as berinjelas, escorra a água e esprema para tirar o máximo de água.
     

  • Numa panela coloque o vinagre, a cebola, os pimentões, o açúcar mascavo, o gengibre, o alho e deixe ferver por alguns minutos.
  • Acrescente as uvas passas e deixe ferver mais um pouco.
  • Acrescente a berinjela e deixe cozinhar em fogo baixo até ficar bem macia.

Se você quiser processar para o seu armazenamento, faça o seguinte:

  • Antes de começar separe os vidros e as tampas novas, que devem ser lavados e depois esterilizados em água fervente.
  • Coloque o chutney até a borda do vidro e antes de fechar, passe uma faca dentro do vidro para tirar as bolhas de ar.
  • Coloque etiquetas com o nome do produto e a data da fabricação.




Para quem nunca provou um chutney vai ter uma surpresa gastronômica. O gosto agridoce acentuado é maravilhoso e exótico. Ele é uma mistura de frutas e legumes, temperados com especiarias e cozido no vinagre. 

Todas as frutas e legumes, tenros e maduros, servem perfeitamente: abóbora, melancia, beterraba, pimentão, cebola, cenoura, berinjela, manga, tomate, maçã, amora, pêssego, banana, ameixa, damasco, frutos secos, etc. Você pode acrescentar ervas aromáticas como: louro, chili, tomilho, canela, camomila, cravo, gengibre, pimenta, mostarda, alho, etc.

Algumas dicas importantes:

1 - Use somente panelas de alumínio ou aço inoxidável. O cobre, o ferro ou o bronze são atacados pelo vinagre.

2 - Todas as ervas aromáticas e especiarias devem ser colocados num saquinho, que será amarrado ao cabo da panela para evitar que você tenha que procurá-los depois, no meio do chutney.

3 - O chutney vai melhorando com o tempo, portanto assegure-se de que os frascos estão realmente hermeticamente fechados.

4 - Examine bem os vidros para que não tenha trincas ou lascas.

5 - Nunca reaproveite tampas usadas. Use somente tampas novas, que podem ser compradas no mesmo local onde você compra os vidros.

Sirva o chutney como acompanhamento de carnes ou aves. Use também sua imaginação - tente usar como molho de macarrão, no pão ou no arroz branco. Fica bom de qualquer jeito!


quinta-feira, 4 de julho de 2013

Vida de Interior Com Horta em Casa

Uma das experiências mais gostosas que tenho vivido ultimamente é ir na minha horta e colher a salada do almoço!

No fundo do quintal temos um pequeno espaço onde minha mãe mantinha uma horta, quando era viva. Um dia vimos dois pés de tomates crescendo no meio do mato. Começamos a cuidar e vimos que eles estavam indo muito bem. Isso nos animou a levar a sério esse negócio e começar uma horta em casa. Compramos terra, sementes, plaquetinhas, vasos e colocamos as mãos à obra.

Já faz meses que não compro tomate nem alface e isso trouxe uma boa economia para nosso orçamento.
Cuidar da horta virou um hobbie e além de fazer bem para o bolso tem feito muito bem para nossa saúde física e emocional.

Se você quiser uma horta
e não tem espaço, qualquer vaso serve para cultivar alguma coisa. Para as ervas não é necessário mais do que um pézinho num vaso pequeno. Veja só um pouco da nossa produção caseira:


















terça-feira, 11 de junho de 2013

Principio de Auto-Suficiência 2 - Saúde


Quando mantemos uma boa saúde física, tornamo-nos mais autossuficientes e mais preparados para nosso progresso e de nossa família.

Alimentação


Ao escolher o que comemos devemos considerar se estamos consumindo alimentos nutritivos e se estamos sendo moderados ao comer. Essas duas preocupações nos ajudarão a evitar a obesidade e outros distúrbios alimentares.

Algumas substâncias não são boas para o corpo humano e para nossa saúde física,  mental, emocional e espiritual, tais como: cafeína, bebidas alcoólicas, fumo e drogas ilegais. O abuso de remédios também deve ser evitado.

Exercícios Físicos


A prática regular de exercícios físicos pode melhorar nossas habilidade físicas, mentais, emocionais e espirituais.

Alguns exercícios específicos são projetados para melhorar a força, flexibilidade, equilíbrio e capacidade aeróbica. Mas todos os exercícios devem ser adaptados para atender às necessidades de uma pessoa, tais como a idade e restrições de saúde. Quando o excesso de peso é um problema, exercícios na água são os mais indicados. Exercícios de alongamento são úteis para pessoas que passam longas horas na posição sentada. Há muitos exercícios e atividades que são baratos e podem caber no orçamento de quase todos.

Sono e Descanso


A falta de descanso adequado tornou-se um problema de saúde significativo para muitas pessoas. O cérebro e o corpo precisam de sono suficiente e regular para se recuperar do stress diário e regular as funções do corpo e da mente.

Em um padrão normal do sono, o cérebro passa por vários ciclos de vigília e sono profundo. A insônia causa perturbações no padrão de sono, por interferir no sono profundo. A apneia do sono faz com que a respiração pare várias vezes resultando em baixa periódica de oxigênio no sangue.

Há também condições que dificultam o sono. Comumente, a dificuldade para adormecer está relacionada com a ansiedade. Dormir demais pode estar relacionado à depressão clínica, ambas condições podem necessitar de tratamento.

Tudo o que perturba o padrão de sono normal priva o corpo e a mente da recuperação necessária para enfrentar o stress diário; a pessoa fica cansada, improdutiva, e suscetível a doenças. 

Estratégias para Prevenir Doenças


Evite os agentes causadores de doença praticando bons hábitos de higiene pessoal, bebendo água filtrada, limpando e higienizando o banheiro e a casa, minimizando contato próximo com pessoas doentes, cuidando bem dos dentes, seguindo os protocolos quando tossir ou assoar o nariz, evitando doenças transmitidas por dejetos humanos e fluidos corporais, se necessário, receber tratamento regular para vermes e parasitas e usando equipamentos apropriados de proteção.

Prepare o corpo para combater os germes através da vacinação. Tenha um estilo de vida que aumente a resistência a doenças estabelecendo bons hábitos alimentares, dormindo e descansando adequadamente, praticando boa higiene dental, aprendendo a levantar peso corretamente e administrando o stress e a ansiedade.

Muitos tratamentos simples podem ser feitos em casa, mas outros tratamentos requerem o acompanhamento de um médico. Busque a ajuda de um especialista para tratar doenças cronicas ou genéticas, tais como, pressão alta, colesterol alto e nível alto de açúcar no sangue. Quando essas doenças não são tratadas, elas podem levar a problemas mais sérios como um ataque cardíaco, derrame cerebral, diabetes e morte precoce.

Cuidados Especiais para Diversas Condições


As mães e seus bebês têm necessidades nutricionais específicas. O leite materno é ideal para os bebês. Eles  necessitam de uma dieta específica e precisam ser vacinados para prevenir doenças mortais.

As crianças e os adolescentes também precisam de uma nutrição específica e vacinação adicional para garantir um crescimento saudável.

Pessoas idosas necessitam de menos calorias mas devem aumentar o consumo de outros nutrientes pois a sensação de sede e absorção da água diminuem com a idade. O risco de complicações devido a doenças crônicas aumenta e a diminuição das atividades demandam um aumento de exercícios para manter a saúde. Vacinas importantes para os idosos incluem a proteção contra a pneumonia, gripe sazonal e outras doenças, Os idosos devem se preparar para o declínio da saúde.

Planejamento em Saúde e Gestão Sábia de Recursos 


A preparação é essencial quando os desafios de doenças, acidentes ou deficiências interromperem o fluxo normal da vida. Os pais devem se preparar para cuidar da saúde de um recém-nascido. A preparação física e emocional vai ajudar os membros da família a apoiar alguém que está incapacitado por um período prolongado causado por acidentes, doença ou idade avançada.

Seja qual for os serviços de saúde oferecidos pelo governo, siga os seguintes princípios como um guia ter os recursos para cuidar da saúde:
  • Contrate um plano de saúde e seguro pessoal e use os serviços ou benefícios do governo.
  • Se necessário, use a poupança pessoal e outros recursos, tais como a venda de veículos extras, propriedade extra, e itens de luxo, mantendo uma moradia modesta, transporte e subsistência (se possível) para si e sua família.
  • Verifique assistência disponível por membros da família imediata.


Cuidados ao Viajar


Antes de viajar considere as práticas de higiene, disponibilidade de água filtrada, hábitos de preparação de comida, necessidade especial de imunização, disponibilidade de remédios prescritos e primeiros socorros. Consuma somente alimentos que foram preparados de forma cuidadosa e higiênica.

Produção Familiar de Alimentos


A produção familiar de alimentos pode fornecer alimentação suplementar muito necessária. Uma horta requer planejamento, fertilização, sementes ou mudas, preparo do solo, e manutenção. 

Cuidados Médicos Básicos


Ao aprender cuidados médicos básicos, as famílias podem atender às necessidades de saúde individuais e evitar que pequenos problemas se tornem grandes. Por conta própria, os membros da família muitas vezes podem tratar a febre, diarreia e desidratação; cuidar de feridas e cortes e tratar queimaduras leves ou moderados.

Fonte: Site www.previdentliving.com

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Princípio de Auto-Suficiência 1 - Emprego

Ser auto-suficiente é "estar preparado para os altos e baixos da vida" (Robert D. Hales).

A vida é cheia de surpresas, que normalmente nos pegam de.....surpresa. Algumas são muito agradáveis e bem-vindas e outras não tão agradáveis assim. Será possível nos preparamos para essas surpresas que causam problemas, tristezas, preocupações e estresse?

Em qualquer fase, nossa vida é também cheia de demandas. Precisamos estudar, trabalhar, cuidar de uma família, de uma casa, de parentes doentes ou idosos, colocar o lixo na rua, cuidar do cachorro, fazer compras, preparar o jantar, e por aí vai, uma infinidade de tarefas a realizar.

Como podemos cumprir todas essas demandas e ainda sermos felizes e auto-suficientes?

Acredito que a resposta está na preparação antecipada e em alguns princípios de auto-suficiência que estabelecemos ao longo da vida e que nos dão a visão de um horizonte mais seguro.

Neste e nos próximos posts vamos conhecer 5 princípios de auto-suficiência que nos permitirão ser mais gratos nos "altos da vida" e mais preparados para os "baixos da vida":

Princípio 1 - Emprego


Perder o emprego pode ser devastador para a pessoa e sua família. Isso pode causar danos emocionais, mentais, espirituais e físicos. A pessoa sente que não tem nada a contribuir para uma nova empresa ou posição e fica se perguntando por que isso aconteceu e se vai conseguir uma colocação no mercado de trabalho. Mesmo nesses momentos de aflição é possível sentir paz e confiança para seguir em frente. Mas, como?

Como Lidar com a Perda do Emprego?


É normal sentir tristeza após perder o emprego. Dê a si mesmo um tempo para se recobrar dessa experiência, mas é muito importante que você comece a procurar outro emprego imediatamente depois de ficar desempregado.

1 - Aumente Sua Fé 


É comum que os que procuram emprego experimentem um carrossel de emoções durante o desemprego. Contudo, se lhes falta fé no desejo e no poder do Senhor de abençoá-los, deliberadamente abrirão mão das bênçãos pelas quais tanto oram.

2 - Peça Ajuda para Encontrar Emprego


Pesquisas demonstraram que os que procuram emprego passam a maior parte do tempo procurando emprego por meio de propagandas em jornais e on-line. Entretanto, a maioria das pessoas encontra emprego por meio de referências pessoais e do contato direto com as empresas. Além disso, experimente as seguintes sugestões:
  • Fale regularmente a seus familiares, amigos, conhecidos e outros que você procura emprego.
  • Atualize sua lista de referências e assegure-se de que seus contatos compreendem sua situação.
  • Trabalhe oito horas por dia na procura de emprego, empenhe-se para fazer dez contatos relacionados a empregos, duas reuniões ou entrevistas pessoais por dia e registre suas atividades diárias.

3 - Viva Dentro do Orçamento


Não obstante suas habilidades atuais — ou os benefícios pagos pelo empregador, que você deve ter recebido do último emprego — é melhor preparar-se para um desemprego de longo prazo. Para a maioria dos que procuram emprego, o tempo para encontrá-lo pode ser maior do que o esperado. Comece identificando maneiras de aumentar sua renda e diminuir seus gastos.

As sugestões a seguir podem ajudar:
  • Identifique fontes de aumento da renda
  • Encontre um emprego temporário.
  • Inscreva-se nos benefícios governamentais de desemprego ou outros previstos.
  • Comece um negócio próprio (por exemplo, aulas de música, jardinagem, etc.).
  • Venda coisas necessárias.
  • Descubra maneiras de diminuir despesas
  • Use transporte público e unifique itinerários.
  • Suspenda inscrições ou assinaturas não essenciais, como linhas extras de telefone ou televisão a cabo.
  • Solicite uma renegociação de prazos de pagamento ou taxas menores de juros a seus credores.
  • Dê presentes feitos a mão ou doe seu tempo em vez de comprar presentes.
  • Economize eletricidade ou gás (por exemplo, aumente ou diminua seu termostato em vários graus, dependendo da estação).
  • Vá às compras com uma lista ou use cupons de desconto e complemente a compra com itens do armazenamento doméstico.
  • Reduza as refeições fora de casa ou a compra de alimentos prontos.
  • Conserte suas roupas e use o que você tem.


4 - Mantenha Boa Saúde e Bem-Estar


Sentir-se bem física e intelectualmente é crucial durante o período de desemprego. Permaneça próximo a seu cônjuge, seus filhos e à família indireta. Questões de saúde e problemas familiares só tornam a busca de emprego mais lenta.

As sugestões a seguir podem ajudar:
  • Exercite-se e descanse adequadamente.
  • Siga uma dieta adequada e mantenha o peso apropriado.
  • Agende todos os serviços médicos e dentários antes que expire a validade dos benefícios do empregador anterior.
  • Verifique a disponibilidade do plano de saúde em grupo ou dos serviços comunitários de saúde.


Como Reconstruir Minha Auto-Confiança?


A auto-confiança é um ingrediente muito importante para conseguir um emprego. Se conseguir focar nas suas habilidades, será mais fácil mostrá-las aos empregadores.

Aprenda uma nova habilidade. Isso ajudará a reconstruir sua confiança em aprender algo novo. Identifique algo que seja do seu interesse e que gostaria de estudar. Faça uma meta e estude através de livros, cursos de treinamento. Atualize seu currículo e prepare-se para um emprego melhor.

Como Reduzir o Stress?


O stress é comum nessa situação e manifesta-se de várias formas, incluindo ansiedade, insônia, dores físicas e problemas de relacionamento.

Identifique seu stress e aprenda a lidar com ele. Muito do seu stress pode ser aliviado quando identificado.

Ore e peça ajuda para conseguir a lidar com seu stress. Lembre-se de incluir Deus em sua busca por um novo emprego. Mostre gratidão em suas orações.

Procure perdoar. Se a saída do emprego foi traumática ou em termos negativos, talvez você tenha sentimentos negativos em relação à empresa, ao empregador, colegas de trabalho e até mesmo você mesmo. Esses sentimentos negativos podem piorar o stress e impedir sua habilidade de seguir em frente. Aprenda a lidar com esses sentimentos.

Procure formas de se sentir-se feliz e lembre-se de rir e ser positivo todos os dias.

Devo Mudar de Carreira?


Esta pode ser uma ótima ocasião para considerar suas opções.


1 - Explore suas opções. Avalie seus últimos empregos, seus interesses atuais e suas metas. Encontre os  empregos que poderiam se encaixar melhor em seu perfil. Faça uma busca, entre seus amigos, em empregos que estão disponíveis mas que não foram divulgados. Considere se deve melhorar seus conhecimentos técnicos.

2 - Frequente cursos no Sebrae que poderão ensiná-lo como iniciar seu próprio negócio.

3 - Identifique suas habilidades que podem ser transferidas para uma nova carreira. Aliste as habilidades, conhecimentos e talentos que desenvolveu em empregos anteriores ou em serviços voluntários.

Fonte: www.ldsjobs.org/ers/ct/articles/surviving-unemployment?lang=por








quarta-feira, 10 de abril de 2013

Posso Congelar Tomate?


Para driblar o preço alto do tomate uma saída é comprar uma caixa no Ceasa, que sai bem mais em conta, e congelar.

Há mais de uma maneira para congelar os tomates e uma só regra: depois de congelado, não pode mais ser consumido in natura, por perder sua textura.

Escolha o melhor jeito para o congelar, selecionando tomates maduros e firmes:

  1. Lave, seque, retire as sementes e corte o tomate em pedaços médios. Congele em um recipiente de plástico rígido com pouca sobra de espaço ou então em um saco plástico tipo Ziploc, retirando todo o ar. Para utilizar, leve a fruta congelada diretamente ao preparo da receita. Sem descongelar primeiro.
  2. Higienize, retire a semente e bata no liquidificador, processador ou passe no passa-verdura para moer o tomate. Despeje esse purê líquido em forminhas de gelo e congele. Leve do freezer direto para a panela, sem descongelar previamente.
  3. Você também pode congelar molho de tomate pronto, em um recipiente de plástico rígido, na forminha de cubo de gelo ou bolsa Ziploc. Leve para aquecer em fogo mínimo com um pouquinho de água se julgar necessário. 
Durabilidade: 8 meses para o tomate cru e 1 ano para o molho.


Foto: Stock Food.

segunda-feira, 8 de abril de 2013

Cultivar Tomates em Casa

Com o preço dos tomates lá na estratosfera, uma boa saída para driblar essa alta absurda e abusiva é ter em casa seu próprio tomateiro. Isso nos dá uma certa auto suficiência e acaba sendo uma solução bem econômica a longo prazo.

Já tenho dois pés que estão começando a produzir novamente. Eles foram plantados há mais de 5 anos por minha mãe e de lá para cá, colhemos todos os anos.
  

 
É muito fácil cultivar um tomateiro e não precisa ter muito espaço, porque ele cresce bem até em vasos, dentro do apartamento. Eles apresentam boa colheita, e se forem bem cuidados, você não vai dar conta de consumir tudo.


        

Existem 4 espécies de tomates. Dentro de cada espécie, existem vários tipos. Escolha o que é de sua preferência:


O tomate coração de boi é o mais comum. Grande e liso, é o melhor para receitas cruas, pois é muito carnudo e tem poucas sementes. Demora entre 60 e 90 dias para dar frutos.

O tomate redondo, embora um pouco menor que o comum, é muito apreciado e igualmente suculento. Demora entre 70 e 80 dias para dar frutos.

O tomate chucha (ou Santa Cruz) é aquele que tem um formato mais comprido e oblongo. Tem um sabor menos ácido que a maioria dos tomates redondos e possui menos água e menos sementes, sendo ideal para molhos. Demora cerca de 75 dias para dar frutos.

O tomate cereja é aquele pequenino. Ele tem um sabor mais doce que os outros e é perfeito para aperitivos e saladas, podendo ser consumido inteiro. Demora entre 65 e 70 dias para dar frutos.

Pronto, agora que já escolheu, pode começar a cultivar.

Como semear? Esses vegetais podem ser adquiridos em forma de sementes ou mudas.

Se optar por mudas, certifique-se de que as raízes sejam brancas, que a planta não tenha flor e nem mais de 10 cm de altura. É bom também que possua folhas bem verdes (nunca amareladas!), de aspeto jovem e saudável. Os tomateiros podem ser plantados no jardim ou horta, numa cova funda, ou mesmo em vasos {para quem tem pouco espaço}. Mas o vaso precisa ser suficientemente largo para acomodar, de maneira espaçosa, suas raízes.

Se optar por sementes, é recomendável que sejam semeadas no início da primavera e, de preferência, em local coberto. Quando os tomateiros atingirem uma altura de cerca de 10 cm, devem ser colocados em vasos ou covas individuais e devem também ser podados, para fortificar a planta e promover o seu crescimento.Na horta, os tomates podem ser cultivados junto a alho, alface, rabanete, couve, aipo, espinafre e todos os tipos de ervas aromáticas. Mas evite plantá-los junto a batatas.

  

Dicas para um bom cultivo


Semeadura
Locais quentes: mar abr mai jun jul
Locais frios: abr mai jun jul

Luz
Muito exigente.

Temperatura
Entre 15ºC e 40ºC, sendo uma temperatura ótima de 25ºC a 35ºC.

Solo
Pouco exigente. Convém remexer o solo periodicamente para manter a planta em boas condições de cultivo e evitar o aparecimento de ervas daninhas.

Orientações para plantação
Distância entre plantas 35 cm.
Distância entre linhas ou sulcos 80 cm.
A planta do tomate é indicada para cultivo em vaso ou jardineira com uma largura mínima de 30 cm, comprimento 30 cm e altura 30 cm.

Rega
Devido à sua elevada massa foliar, deve estar sempre úmida, A rega deve ser frequente mas em pequenas quantidades. Se for cultivada em vaso ou jardineira é necessário regar mais frequentemente, dado que se desidrata com mais frequência, sobretudo no Verão. Mantenha-a sempre úmida mas não dentro de água e nunca a regue em pleno sol, faça-o de preferencia antes ou uma ou duas horas depois da exposição solar para que a planta tenha chance de baixar um pouco a sua temperatura e não desidrate..

Adubação
Se a terra onde as plantas forem plantadas for de grande qualidade, somente quando começarem a florir é que voltarão a precisar de adubo. Caso contrario, a utilização de um adubo para plantas de fruto ou hortas uma vez por semana é mais do que necessário.

Outros trabalhos
Remoção de talos e aplicação de estacas. A remoção de talos consiste em fazer cortes limpos nos caules 
e brotam nas axilas, tendo em vista favorecer o crescimento de um único caule principal, isto é, fazer com que a planta só tenha uma guia e só se desenvolva nessa direção. A aplicação de estacas ajudará na remoção dos talos, na colheita e repercutirá na qualidade dos frutos e no controle das doenças. Atenção em não cortar talos que se apresentem com botões florais.

Hora de colher..
A partir de 80 dias a contar da sua plantação. Para colher tomates é aconselhável que o faça quando estiverem entre a cor verde e a vermelha, ou quando lhe parecerem melhores para um consumo imediato, mas sempre com uma faca ou tesoura, tendo cuidado para não quebrar flores nem caules.

Em épocas mais frias, recomenda-se a retirada de todos os tomates, que podem ser colocados dentro de casa, no peitoril da janela, por exemplo, onde acabarão de amadurecer.



Principais problemas e como evitá-los 

Como qualquer espécie cultivada no jardim, os tomates também podem ser alvos de algumas doenças ou outros problemas. Veja abaixo os mais corriqueiros e saiba como evitá-los (ou resolvê-los):

• Podridão: quando os tomates apresentam extremidades castanhas e rijas, podem estar sentindo falta de água e/ou cálcio.

• Buracos: se o problema é este, é possível que estejam com lagartas-do-tomate, que devem ser imediatamente eliminadas.

• Míldio: é uma doença muito comum que confere um aspeto castanho às folhas e também escurece os caules. Nesse caso, é importante remover todas as áreas afetadas da planta. Se pretende plantar mais tomateiros, recomenda-se que faça isso em outro local para que não sejam afetados.
• Pele rasgada ou deformações: são sintomas bem habituais que, embora afetem o aspecto dos tomates, não influenciam no sabor. A pele rasgada é apenas uma conseqüência da falta de água, e as deformações estão relacionadas às alterações bruscas de temperaturas. Lembre-se: os tomateiros precisam ser regados regularmente e necessitam de proteção contra temperaturas demasiadas (alta ou baixa) e ventos muitos fortes!

Como Retirar a Pele do Tomate

Espete o tomate com um garfo de cabo de madeira e segure-o por alguns segundos sobre o fogo. Mantenha-o a certa distância para não queimá-lo e vá virando lentamente até começar a soltar a casca.

Dicas Para Aproveitar Melhor o Tomate

Se o tomate estiver mole, deixe-o de molho em água fria ou gelada por 15 minutos. Ele ficará mais rijo e fácil de ser cortado.
Guarde os tomates sempre na gaveta para legumes da geladeira, mas antes lave e enxugue bem. Assim não mofa e pode ser conservado por até uma semana.
Nunca congele o tomate in natura. Apenas o molho de tomate pode ser congelado.

Mais Informações

http://revistacasaejardim.globo.com/Revista/Common/0,,EMI224282-18069,00-FESTA+DOS+TOMATES.html

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/comida/66975-conheca-os-principais-tipos-de-tomate-produzidos-no-brasil.shtml