quinta-feira, 19 de junho de 2014

Curiosidade - Oito Vegetais que Brotam em Si Mesmos

Normalmente jogamos fora os talos de alguns vegetais e ervas e nem nos damos conta de quão reaproveitáveis eles são.

Recentemente descobri que poderia fazer a cebolinha brotar novamente a partir do talo. Meu marido trouxe essa novidade mas eu não acreditei até que vi, por mim mesma, a cebolinha crescendo novamente dentro dela mesmo. Fantástico!

Minha filha me mandou um post que mostrava outras ervas que "rebrotam" quando colocadas na água ou na terra. Olha só que interessante:

1 - Cebolinha

Coloque o talo com a raiz em um pequeno copo com água e deixe em um lugar onde bate sol. Em alguns dias ela vai crescer novamente - não demora muito.



2 - Alho

Plante um dente de alho na terra e ele vai se transformar em uma cabeça inteira de alho.

Quando os brotos começarem a crescer você pode colocá-los em um copo com um pouco de água. Os brotos têm um sabor mais suave do que o alho e podem ser usados como tempero nas saladas, massas e outros pratos.



3 - Erva Doce

A raiz da erva doce pode ser colocada em um recipiente raso com água, exposta ao sol. Em uma ou duas semanas deve ser replantada em um vaso e a nova erva vai crescer por inteiro.



4 - Cenoura

Coloque a cabeça da cenoura em um recipiente com água, exposta ao sol. Os ramos que nascerão podem ser usados em saladas.



5 - Manjericão

Coloque ramos de manjericão com mais ou menos 7 a 10 cm de comprimento em um copo com água, exposto ao sol. Quando as raízes estiverem com aproximadamente 5 cm plante em vaso com terra.



6 - Aipo

Corte a base do aipo em um recipiente raso com água morna no sol. As folhas ficarão mais grossas e começarão a crescer no meio da base. Transfira para sua horta.



7 - Alface Romana

Coloque a base da alface romana em um recipiente com água, com aproximadamente 1,5 cm de altura. Reponha a água todos os dias para manter a altura certa. Depois de alguns dias as raízes e novas folhas nascerão. Transfira para a horta.



8 - Coentro

Os talos do coentro crescerão quando colocados na água. Depois que as raízes estiverem crescidas, replante em vasinhos e deixe em local ensolarado. Em pouco tempo o ramo ficará cheio de folhas.



9 - Capim Cidreira

Eu tenho em casa um vaso com capim cidreira já bem antigo. As folhas estavam feias e secas, então resolvi cortar todas elas e deixei somente a touceira (talo) com mais ou menos 10 cm de altura. Fiquei com medo de ter matado a planta, mas depois de alguns dias as folhas brotaram dentro da touceira e agora estão tenras, bem verdes e vistosas.















domingo, 4 de maio de 2014

Se a vida te der berinjelas.....

Se a vida te der muitas berinjelas.....







faça um Chutney!


É impressionante a quantidade que um simples pé de berinjela pode produzir. A cada 15 dias o pé que plantamos fica carregado. Nos últimos meses já comemos berinjela de todos os jeitos: assada, cozida, frita, em pasta, patê....Já dei de presentes para amigos, já perdi algumas na geladeira....Já cheguei a sonhar que elas estavam atacando minha casa rsrsrsr!

Mas desta vez resolvi arregaçar as mangas, ou melhor, as berinjelas e fazer um delicioso chutney.

Procurei algumas receitas na internet e fiz algumas adaptações. O resultado foi maravilhoso.

Aqui vai a minha receita:

Ingredientes:

1 kilo de berinjela
3 xícaras de vinagre de vinho branco
250 gramas de açúcar mascavo
1 xícara de cebola picada em quadrados
2 pimentões picados em quadrados
250 gramas de uva passa branca
2 colheres de sopa de sal
Suco de 1 limão grande
10 gramas de gengibre ralado
2 dentes de alho amassados
1 colher de café de pimenta síria.

Modo de Fazer:

  • Descasque as berinjelas e corte em quadrados médios
  • Salpique com o sal e o limão, mexa bem e deixe em uma peneira por 3 horas 
  • Lave as berinjelas, escorra a água e esprema para tirar o máximo de água.
     

  • Numa panela coloque o vinagre, a cebola, os pimentões, o açúcar mascavo, o gengibre, o alho e deixe ferver por alguns minutos.
  • Acrescente as uvas passas e deixe ferver mais um pouco.
  • Acrescente a berinjela e deixe cozinhar em fogo baixo até ficar bem macia.

Se você quiser processar para o seu armazenamento, faça o seguinte:

  • Antes de começar separe os vidros e as tampas novas, que devem ser lavados e depois esterilizados em água fervente.
  • Coloque o chutney até a borda do vidro e antes de fechar, passe uma faca dentro do vidro para tirar as bolhas de ar.
  • Coloque etiquetas com o nome do produto e a data da fabricação.




Para quem nunca provou um chutney vai ter uma surpresa gastronômica. O gosto agridoce acentuado é maravilhoso e exótico. Ele é uma mistura de frutas e legumes, temperados com especiarias e cozido no vinagre. 

Todas as frutas e legumes, tenros e maduros, servem perfeitamente: abóbora, melancia, beterraba, pimentão, cebola, cenoura, berinjela, manga, tomate, maçã, amora, pêssego, banana, ameixa, damasco, frutos secos, etc. Você pode acrescentar ervas aromáticas como: louro, chili, tomilho, canela, camomila, cravo, gengibre, pimenta, mostarda, alho, etc.

Algumas dicas importantes:

1 - Use somente panelas de alumínio ou aço inoxidável. O cobre, o ferro ou o bronze são atacados pelo vinagre.

2 - Todas as ervas aromáticas e especiarias devem ser colocados num saquinho, que será amarrado ao cabo da panela para evitar que você tenha que procurá-los depois, no meio do chutney.

3 - O chutney vai melhorando com o tempo, portanto assegure-se de que os frascos estão realmente hermeticamente fechados.

4 - Examine bem os vidros para que não tenha trincas ou lascas.

5 - Nunca reaproveite tampas usadas. Use somente tampas novas, que podem ser compradas no mesmo local onde você compra os vidros.

Sirva o chutney como acompanhamento de carnes ou aves. Use também sua imaginação - tente usar como molho de macarrão, no pão ou no arroz branco. Fica bom de qualquer jeito!