segunda-feira, 2 de abril de 2012

Armazenar Água - Um desafio!

Um dos aspectos mais importantes da preparação para emergências é o armazenamento da água, mas também o mais desafiador. Se temos dificuldade para encontrar espaço para armazenar alimentos, imagine para armazenar água, especialmente para quem vive em apartamento.

Há uns anos acompanhamos de perto as dificuldades dos moradores da região serrana do Rio de Janeiro por causa das enchentes e graves deslizamentos de terra. Algumas famílias ficaram dias "ilhadas", sem comunicação e sem abastecimento. Uma das maiores dificuldades, no entanto, foi  com a interrupção do fornecimento de água, tanto para beber como para cozinhar. Algumas pessoas estavam pagando R$ 80,00 por uma pequena garrafa de água.

A maioria de nós talvez viva fora de áreas de risco como esse, mas recentemente muitas famílias em São Paulo ficaram alguns dias sem água em casa, devido a problemas na represa de Guarapiranga.

Em meu condomínio ficamos um dia sem água porque uma da bombas que manda a água da rua para as caixas quebrou. Foi terrível ficar um dia sem lavar a louça, tomar banho e cozinhar. Tive que correr até o supermercado para comprar algumas garrafas de água para ter o que beber. Sinto tristeza em reconhecer isso, mas foi uma grande lição que aprendi.

Estudando sobre esse assunto, aprendi o seguinte:


"As garrafas plásticas PETE (ou PET) comercializadas com água potável podem ser armazenadas. Observe as datas de validade como uma orientação para fazer o rodízio. Evite as garrafas plásticas que não são PET.

Se você preferir armazenar a água de outra forma, considere o seguinte:

Contêineres

  • Use somente contêineres fabricados para uso de alimentos. Pequenos contêineres de plástico PET, baldes ou galões mais pesados de plástico também funcionam bem. 
  • Limpe, higienize e lave o contêiner por inteiro antes de usá-lo. Uma solução sanitária pode ser preparada da seguinte forma: 5 ml (1 colher de chá) de água sanitária para 1 litro de água. Use somente água sanitária que não contenha espessantes, perfume ou aditivos.
  • Não use garrafas plásticas de leite porque não selam bem e podem se desintegrar ao longo do tempo.
  • Não use contêineres usados anteriormente para guardar produtos não-alimentícios.

Pré-tratamento da Água


Água tratada com cloro não necessita de outro tratamento quando armazenada em contêineres limpos, usados previamente para guardar alimentos.

Água não tratada deve receber tratamento com água sanitária. Adicione 8 gotas de água sanitária (5 a 6% de hipoclorito de sódio) para cada 4 litros de água. Use somente água sanitária que não contenha espessantes, perfumes ou aditivos.

Armazenagem

  • Os contêineres devem ser esvaziados e recarregados regularmente.
  • Armazene água somente quando um vazamento em potencial não vá danificar sua casa ou apartamento.
  • Proteja sua água armazenada da luz e do calor.
  • O sabor da água armazenada pode ser melhorado jogando a água entre dois recipientes repetidamente antes de sua utilização.


Purificação da Água
Se a fonte de suprimento da água não for segura ou poluída, deve ser purificada antes de usar. A purificação da água é feita em duas etapas:

Etapa 1 - Clarear
Primeiramente a água turva ou suja deve ser clareada. Deve passar por um filtro de papel, toalha ou algum outro tipo de filtro. Deve ser deixada em repouso e então a água limpa da parte superior deve ser cuidadosamente derramada em outro recipiente. A água filtrada ou clareada deve sempre ser desinfetada antes do uso.

Etapa 2 - Desinfetar

Fervura - Ferver a água por 3 a 5 minutos eliminará a maioria dos micro organismos existentes na água. Entretanto, ferver pequenas quantidades de água pode aumentar a quantidade de contaminantes tóxicos se presentes na água.

Alvejante - Adicione 8 gotas de água sanitária (5 a 6% de hipoclorito de sódio) para cada 4 litros de água. Use somente água sanitária que não contenha espessantes, perfumes ou aditivos.

Filtros de água - Podem filtrar e purificar efetivamente a água contaminada com micro organismos, produtos químicos tóxicos e metais pesados. Sua eficiência depende do design, condição e uso apropriado.

Fonte: www.providentliving.org





3 comentários:

  1. Oi querida que maravilhsa conhecer seu cantinho, acabei de receber seu recadinho no e-mail da sociedade de socorro da estaca ferreira, já curtir sua pg e vim conhecer seu blog, que idéia maravilhosa!!!! Obrigada por compartilhar, já estou seguindo e claro super fã e acompanhando, qdo tiver um tempinho faz uma visitinha no meu: acaridadenuncafalha.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Elisabete, seja super bem-vinda ao nosso blog. Obrigada pelo comentário e sempre que quiser, compartilhe seus conhecimentos sobre armazenamento com a gente. Vou visitar seu blog agora! Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Olá, Passando para conhecer o seu espaço, seguindo-a. Visite o meu blog, caso goste, siga-o também. Bjokas
    http://www.glamooursecrets.com
    http://www.facebook.com/glamoursecret

    ResponderExcluir