segunda-feira, 8 de abril de 2013

Cultivar Tomates em Casa

Com o preço dos tomates lá na estratosfera, uma boa saída para driblar essa alta absurda e abusiva é ter em casa seu próprio tomateiro. Isso nos dá uma certa auto suficiência e acaba sendo uma solução bem econômica a longo prazo.

Já tenho dois pés que estão começando a produzir novamente. Eles foram plantados há mais de 5 anos por minha mãe e de lá para cá, colhemos todos os anos.
  

 
É muito fácil cultivar um tomateiro e não precisa ter muito espaço, porque ele cresce bem até em vasos, dentro do apartamento. Eles apresentam boa colheita, e se forem bem cuidados, você não vai dar conta de consumir tudo.


        

Existem 4 espécies de tomates. Dentro de cada espécie, existem vários tipos. Escolha o que é de sua preferência:


O tomate coração de boi é o mais comum. Grande e liso, é o melhor para receitas cruas, pois é muito carnudo e tem poucas sementes. Demora entre 60 e 90 dias para dar frutos.

O tomate redondo, embora um pouco menor que o comum, é muito apreciado e igualmente suculento. Demora entre 70 e 80 dias para dar frutos.

O tomate chucha (ou Santa Cruz) é aquele que tem um formato mais comprido e oblongo. Tem um sabor menos ácido que a maioria dos tomates redondos e possui menos água e menos sementes, sendo ideal para molhos. Demora cerca de 75 dias para dar frutos.

O tomate cereja é aquele pequenino. Ele tem um sabor mais doce que os outros e é perfeito para aperitivos e saladas, podendo ser consumido inteiro. Demora entre 65 e 70 dias para dar frutos.

Pronto, agora que já escolheu, pode começar a cultivar.

Como semear? Esses vegetais podem ser adquiridos em forma de sementes ou mudas.

Se optar por mudas, certifique-se de que as raízes sejam brancas, que a planta não tenha flor e nem mais de 10 cm de altura. É bom também que possua folhas bem verdes (nunca amareladas!), de aspeto jovem e saudável. Os tomateiros podem ser plantados no jardim ou horta, numa cova funda, ou mesmo em vasos {para quem tem pouco espaço}. Mas o vaso precisa ser suficientemente largo para acomodar, de maneira espaçosa, suas raízes.

Se optar por sementes, é recomendável que sejam semeadas no início da primavera e, de preferência, em local coberto. Quando os tomateiros atingirem uma altura de cerca de 10 cm, devem ser colocados em vasos ou covas individuais e devem também ser podados, para fortificar a planta e promover o seu crescimento.Na horta, os tomates podem ser cultivados junto a alho, alface, rabanete, couve, aipo, espinafre e todos os tipos de ervas aromáticas. Mas evite plantá-los junto a batatas.

  

Dicas para um bom cultivo


Semeadura
Locais quentes: mar abr mai jun jul
Locais frios: abr mai jun jul

Luz
Muito exigente.

Temperatura
Entre 15ºC e 40ºC, sendo uma temperatura ótima de 25ºC a 35ºC.

Solo
Pouco exigente. Convém remexer o solo periodicamente para manter a planta em boas condições de cultivo e evitar o aparecimento de ervas daninhas.

Orientações para plantação
Distância entre plantas 35 cm.
Distância entre linhas ou sulcos 80 cm.
A planta do tomate é indicada para cultivo em vaso ou jardineira com uma largura mínima de 30 cm, comprimento 30 cm e altura 30 cm.

Rega
Devido à sua elevada massa foliar, deve estar sempre úmida, A rega deve ser frequente mas em pequenas quantidades. Se for cultivada em vaso ou jardineira é necessário regar mais frequentemente, dado que se desidrata com mais frequência, sobretudo no Verão. Mantenha-a sempre úmida mas não dentro de água e nunca a regue em pleno sol, faça-o de preferencia antes ou uma ou duas horas depois da exposição solar para que a planta tenha chance de baixar um pouco a sua temperatura e não desidrate..

Adubação
Se a terra onde as plantas forem plantadas for de grande qualidade, somente quando começarem a florir é que voltarão a precisar de adubo. Caso contrario, a utilização de um adubo para plantas de fruto ou hortas uma vez por semana é mais do que necessário.

Outros trabalhos
Remoção de talos e aplicação de estacas. A remoção de talos consiste em fazer cortes limpos nos caules 
e brotam nas axilas, tendo em vista favorecer o crescimento de um único caule principal, isto é, fazer com que a planta só tenha uma guia e só se desenvolva nessa direção. A aplicação de estacas ajudará na remoção dos talos, na colheita e repercutirá na qualidade dos frutos e no controle das doenças. Atenção em não cortar talos que se apresentem com botões florais.

Hora de colher..
A partir de 80 dias a contar da sua plantação. Para colher tomates é aconselhável que o faça quando estiverem entre a cor verde e a vermelha, ou quando lhe parecerem melhores para um consumo imediato, mas sempre com uma faca ou tesoura, tendo cuidado para não quebrar flores nem caules.

Em épocas mais frias, recomenda-se a retirada de todos os tomates, que podem ser colocados dentro de casa, no peitoril da janela, por exemplo, onde acabarão de amadurecer.



Principais problemas e como evitá-los 

Como qualquer espécie cultivada no jardim, os tomates também podem ser alvos de algumas doenças ou outros problemas. Veja abaixo os mais corriqueiros e saiba como evitá-los (ou resolvê-los):

• Podridão: quando os tomates apresentam extremidades castanhas e rijas, podem estar sentindo falta de água e/ou cálcio.

• Buracos: se o problema é este, é possível que estejam com lagartas-do-tomate, que devem ser imediatamente eliminadas.

• Míldio: é uma doença muito comum que confere um aspeto castanho às folhas e também escurece os caules. Nesse caso, é importante remover todas as áreas afetadas da planta. Se pretende plantar mais tomateiros, recomenda-se que faça isso em outro local para que não sejam afetados.
• Pele rasgada ou deformações: são sintomas bem habituais que, embora afetem o aspecto dos tomates, não influenciam no sabor. A pele rasgada é apenas uma conseqüência da falta de água, e as deformações estão relacionadas às alterações bruscas de temperaturas. Lembre-se: os tomateiros precisam ser regados regularmente e necessitam de proteção contra temperaturas demasiadas (alta ou baixa) e ventos muitos fortes!

Como Retirar a Pele do Tomate

Espete o tomate com um garfo de cabo de madeira e segure-o por alguns segundos sobre o fogo. Mantenha-o a certa distância para não queimá-lo e vá virando lentamente até começar a soltar a casca.

Dicas Para Aproveitar Melhor o Tomate

Se o tomate estiver mole, deixe-o de molho em água fria ou gelada por 15 minutos. Ele ficará mais rijo e fácil de ser cortado.
Guarde os tomates sempre na gaveta para legumes da geladeira, mas antes lave e enxugue bem. Assim não mofa e pode ser conservado por até uma semana.
Nunca congele o tomate in natura. Apenas o molho de tomate pode ser congelado.

Mais Informações

http://revistacasaejardim.globo.com/Revista/Common/0,,EMI224282-18069,00-FESTA+DOS+TOMATES.html

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/comida/66975-conheca-os-principais-tipos-de-tomate-produzidos-no-brasil.shtml

Um comentário:

  1. Bacana aquele tomateiro na sexta imagem! kkkkk
    Entendi porque não se da conta de consumir tudo

    ResponderExcluir